Sophia de Mello Breyner; Praia”

Sophia de Mello Breyner

“ Praia”

Na luz oscilam os múltiplos navios

Caminho ao longo dos oceanos frios

As ondas desenrolam os seus braços

E brancos tombam de bruços

A praia é lisa e longa sobre o vento

Saturada de espaços e maresia

E para trás fica o murmúrio

Das ondas enroladas como búzios.

Análise formal :

Este poema tem quatro estrofes. Quanto ao numero de versos por estrofe são todos dísticos, têm dois versos. Nos primeiros dísticos, o esquema rimático é AA, BB, sendo emparelhada nas duas variedades. Nos dois últimos dísticos as rimas são soltas. Quanto ao numero de sílabas métricas , o poeta não segue a regra , varia entre sete sílabas métricas e dez .

Análise Interna :

O tema central do poema é a Praia . A poetisa salienta o barulho que é feito no desenrolar das ondas , a forma como esse desenrolar é feito, a tranquilidade que o mar lhe trás.

A poetisa começa por dizer que á luz da lua aparecem os navios ao longo dos frios oceanos , desenvolve o resto do tema a falar do mar e da forma como as ondas rebentam, como se tivessem braços , fala também do cheiro do mar e da brisa que paira no ar , e para terminar fala-nos do murmúrio que as ondas fazem , um murmúrio pequeno e relaxante ,como o som dos búzios .

A poetisa , só utiliza no poema frases declarativas , mas utiliza vários recursos semânticos , como a metáfora( Ex: As ondas desenrolam os seus braços) , comparação (Ex: Das ondas enroladas como búzios ) , enumeração (Ex: A praia é lisa e longa sobre o vento) e personificação ( EX: Saturada de espaços e maresia).

Pequena composição sobre “O Mar”

O Mar pode ter muito significados , mas eu só considero válidos dois , a tese dos cientistas , e a minha tese. São os únicos significados que , na minha opinião , quer estejam correctos ou errados , são aceitáveis. A tese dos cientistas , defende que “o mar”é uma enorme porção de água que rodeia , a zona terrestre, que tem uma grande profundidade e que todos os mares vão dar a um oceano . A minha tese defende que “o mar” é sim uma porção de água , que tantos nos pode trazer problemas como nos pode trazer alegrias e principalmente tranquilidade. Tudo no mar nos atrai física e psicologicamente, quando está calor é nele que nos refrescamos , quando estamos apaixonados é a partir dele que podemos ver o pôr-do-sol , é com ele que partilhamos as nossas tristezas e as nossas alegrias. O seu cheiro , e a brisa que paira no ar , trazem-nos paz e tranquilidade. Para mim “o mar” não é apenas água que nos rodeia , mas sim algo maravilhoso de que nós podemos usufruir.

Andreia Filipa, º 7

0 comentários: